BeOS


Originalmente criado pela Be (agora falida e comprada pela Palm), foi um sistema operativo muito rápido (boot em 20 segundos), leve e eficiente.

Tendo falhado quer pela falta de suporte de hardware quer por algumas incompatibilidades irritantes com a norma POSIX (e consequente falta de software), é hoje conhecido como o sucessor do AmigaOS na categoria do "sistema operativo que nunca mais morre".

Gente a tentar reimplementar o BeOS:

Software: